terça-feira, 22 de maio de 2012

CONVITE PARTICIPAÇÃO FANZINE UPS! #5

O Fanzine UPS! está de regresso e convidam-se todos os interessados a participarem nesta edição do Aquilo Teatro com trabalhos narrativos, poéticos,desenhos, B.D, entre outros.
UPS! (número cinco),coordenação de Brígida Ribeiro e João Louro.
Título geral do fanzine: O BURACO DO MATRIMÓNIO
O que é um buraco e o que é um matrimónio? Sabemos que o buraco vive sem matrimónio, mas viverá o matrimónio sem o buraco? E por quanto tempo? E o que é um matrimónio senão um grande buraco, afinal? E se for assim, que fazer com oburaco? Abandoná-lo, preenchê-lo, protegê-lo, cobri-lo ou agasalhá-lo bem? Mas, afinal, estaremos nós realmente a falar de um buraco propriamente dito, ou de um buracão, ou será mais um buraquinho?
O buraco pode ser um oásis ou um autêntico tufão, que tudo engole e destrói, noutras ocasiões, de tão fundo e absorto que está, só o vazio o preenche. Entre um homem e uma mulher, ou duas mulheres, ou dois homens, o buraco no matrimónio pode ter muitas formas, mas este costuma ser perceptível aos dois, pela sua adrenalina, suor, temor, ardor, desprezo…tanto em corpo como em mente. Por outro lado, este, também safado, tem a capacidade de metamorfosear-se, oh se tem!
Há quem o oculte ou dissimule e até o castre, o pobre coitado! Freud, e tantos outros, passaram a vida a vangloriarem-se de que o buraco invejava o pauzinho! Mas o que muitos não sabem, ou não querem saber, é que buraco, muitas vezes, está aborrifar-se para o pauzinho.
Enfim, o melhor será deixar esta reflexão para os nossos caros participantes, que quiçá queiram, também, perpetuar o buraco, com ou sem a arte de gozar e, ao mesmo tempo, nos ajudar neste embrulho que é o “Buraco do matrimónio”. Esclareçam-nos! Ou melhor ainda, confundam-nos ainda mais! Porque de buraco estamos nós a falar…
Informações:
Medidas do fanzine: 17x17cm
Tipos de trabalhos: BD, trabalhos plásticos, textos, fotografia, colagens, entre outros.
Impressão: preto e branco
Formato: JPEG ou TIFF
Resolução: mínimo 150 pixéis
Banda sonora: a apresentação do fanzine será acompanhada de uma banda sonora, iniciativa que será solicitada a diversos músicos.
Direitos dos intervenientes: a todos os participantes será entregue um exemplar do fanzine; aos coordenadores, à semelhança dos anteriores números, cabe-lhes a selecção dos trabalhos, assegurando a paginação e publicação do fanzine, consoante os interesses e a plasticidade gráfica do mesmo.
Critérios que poderão invalidar a publicação dos trabalhos: desajustamento do trabalho em relação ao tema proposto “O buraco do matrimónio”; trabalhos que revelem pouco contraste de claro-escuro, mesmo depois de tratados digitalmente; trabalhos que contenham um grafismo demasiado comercial, que se enquadre mais na linguagem de revista, e não tanto de um fanzine; textos excessivamente grandes; no caso de os participantes pretenderem requerer algumas exigências n apublicação dos seus trabalhos, deverão informar os coordenadores antecipadamente, e, respeitando os direitos dos autores, os coordenadores publicarão ou não os trabalhos.
Endereço electrónico: todos os trabalhos deverão ser enviados em formato digital com uma boa resolução, para aquilo.teatro@sapo.pt ou aquiloteatro@gmail.com.
Telefone:271 222499
Telemóvel:962550825
Data limite de entrega: dia 31 de Julho de 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário